COMO FORMAR O PREÇO DE VENDA

Uma dúvida muito comum entre os microempresários é “como formar o preço de venda do meu produto ou serviço?”. É importante adotar uma boa estratégia de precificação para obtenção da maior lucratividade possível.  Para uma boa precificação é preciso considerar fatores como a margem de lucro que se pretende atingir e o volume de vendas, levando-se em conta que um afeta o outro diretamente. Se seu preço final estiver muito alto, com a intenção de conseguir uma maior margem de lucro, seu volume de vendas pode acabar diminuindo, o que irá afetar seu lucro final. 
 
O contrário também procede. Se seu preço final for muito baixo, ainda que consiga manter um alto volume de vendas, sua margem de lucro pode ser muito baixa comparada a seus custos e despesas. Por esse motivo, é importante manter o controle de custos e mensurar periodicamente os custos e despesas que devem ser considerados na formação do preço do seu produto ou serviço, também chamado de custo unitário. 
 
Após identificar o custo unitário do seu produto ou serviço, emprega-se sobre ele uma margem de lucro para formação do preço de venda. Lembre-se de considerar também os impostos, taxas, despesas administrativas e financeiras, bem como o percentual de lucro. Após conhecer todos esses números do seu negócio, você terá certeza que o preço de venda cobrirá todos os seus custos de produção e irá gerar lucro para sua empresa.

O empreendedor conhecedor dos números do seu negócio, dos custos de produção do seu produto/serviço, tem maior segurança para conceder descontos comerciais estratégicos que não sacrifiquem seu lucro.

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO
Embora existam diversas técnicas de formação de preço, iremos abordar neste artigo, a mais simples delas, que é a margem de contribuição. Esta técnica de formação de preço considera quanto o lucro da venda de cada produto é capaz de cobrir os custos e despesas e gerar lucro. Deste modo é possível determinar a quantidade mínima de produtos que devem ser vendidos. 

O cálculo da margem de contribuição pode ser definido através da seguinte fórmula:
MC = VV – (CV + DV)
Onde:
MC = Margem de Contribuição;
VV = Valor de Venda;
CV = Custos Variáveis e
DV = Despesas Variáveis. 

Assim, a venda de 100 produtos, por exemplo, a um VV de R$ 60 cada unidade, com um CV de R$ 30 e um DV de R$ 10, terá um MC igual a R$ 20:
MC = 60 – (30 + 10)
MC = 60 – 40
MC = 20

Para calcular corretamente a margem de contribuição, é preciso, no entanto, diferenciar custos e despesas. De modo que, os custos representem os gastos necessários a fabricação do produto ou execução do serviço e despesas os demais gastos não relacionados diretamente com a fabricação do produto ou execução do serviço. Deve-se ainda, segregar as despesas entre fixas e variáveis, a fim de evitar distorções no cálculo da margem de contribuição que possam prejudicar a estratégia de formação de preço. 

O Serviço de BPO Financeiro pode ajuda-lo a identificar as variáveis do cálculo da margem de contribuição através de relatórios precisos de seus custos, despesas fixas e despesas variáveis, tornando-o conhecedor dos números do seu negócio. Com as informações corretas em mãos, pode-se apurar com maior precisão a margem de contribuição do seu negócio.

IMPORTÂNCIA DA MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO NA ESTRATÉGIA FINANCEIRA DA EMPRESA
Através da margem de contribuição, é possível traçar um planejamento estratégico de vendas, através da fixação de metas de vendas dos produtos ou serviços do negócio a partir da definição de preços de cada produto ou serviço.
O desconhecimento da margem de contribuição pode surpreender o empresário que, mesmo com uma alta taxa de vendas, feche determinado período em prejuízo. Este tipo de situação é muito comum de acontecer em pequenos negócios por desconhecimento da margem de contribuição, ou seja, o número real do lucro necessário para cobrir os custos fixos e gerar lucro ao negócio. 
 
Além disso, é através da margem de contribuição que se pode ofertar promoções e descontos com segurança, estabelecer metas de vendas para produtos e serviços, bem como realizar reajustes de preços. Como pode ver, a margem de contribuição permite alcançar melhores resultados financeiros, gerando um equilíbrio entre o aumento de vendas e os custos e despesas, sem afetar sua margem de lucro. A utilização da margem de contribuição pode também ser um grande aliado na hora de fazer seu orçamento empresarial e estabelecer suas metas de vendas, planejar descontos e reajustes de preços.

Achou muito complicado calcular a margem de contribuição para a formação de preço de seus produtos e serviços? A BitCont pode ajuda-lo nisso. Os serviços de BPO Financeiro fornecem relatórios precisos que auxiliam na estratégia financeira do seu negócio. Pare de esquentar a cabeça com cálculos e planilhas e deixe que façamos isso para você. Entre em contato conosco e tire suas dúvidas! 

Ipad

Aprenda o Passo a Passo de como fazer o Fluxo de Caixa da sua empresa e comece a ter resultados imediatamente 

DESCUBRA OS SEGREDOS DO SUCESSO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS